APJ
23/08/14 12:48 - Limeira

Prefeitura já repassou R$ 5,6 milhões

Valor é referente aos pagamentos de setembro de 2013 a julho deste ano

Ligia Zampar

A Prefeitura de Limeira pagou, até o mês passado, R$ 5.625.378,56 às empresas de transporte público do município, referentes ao repasse do subsídio. O valor consta na representação feita pelo vereador Zé da Mix (PSD) ao MP (Ministério Público), na última sexta-feira. Os dados foram retirados do Portal da Transparência e de informes encaminhados pelas próprias empresas à Câmara de Limeira, conforme informação da assessoria do vereador. Neste período, o município pagou R$ 1.841.347,84 à Rápido Sudeste e R$ 3.784.030,72 à Viação Limeirense.

Segundo a secretária de Mobilidade Urbana, Andréa Soares, atualmente, por meio do subsídio, a prefeitura paga o equivalente a R$ 0,41 por passageiro. Anteriormente, o repasse era de R$ 0,26. O aumento foi de cerca de 57%. A mudança, de acordo com ela, se deu em junho, após a publicação do decreto com o reajuste da tarifa. "Quando fizemos a revisão da tarifa, discutimos que poderíamos mantê-la em R$ 2,75 e aumentar o subsídio", diz Andréa.
Depois da publicação do decreto, os usuários que utilizam o cartão do SIT (Sistema Integrado de Transportes) continuaram a pagar R$ 2,75. Já para aqueles que pagam a passagem em dinheiro, a tarifa aumentou para R$ 3.

Segundo Andréa, o valor maior em dinheiro é para os usuários migrarem para o cartão. "O valor de R$ 3 é para tirar o dinheiro dos ônibus e evitar assaltos", fala ela. A migração para o cartão teve um pequeno aumento de 1,3% de junho para julho. Mas a secretária lembra que o mês de junho foi atípico - tanto pela realização da Copa do Mundo quanto pelas férias escolares - e o número de passageiros foi menor.

Outra mudança do decreto é que estudantes, que antes pagavam metade da passagem, passaram a pagar R$ 1. Os estudantes representam em torno de 10% dos usuários, sendo que, em meses letivos, em média, 190 mil alunos são transportados por mês.

PASSAGEIROS
A média de passageiros transportados mensalmente é de 1.798.000 (viagens) em Limeira, segundo informações da Secretaria de Mobilidade Urbana. Na semana passada, o vereador Zé da Mix apresentou uma denúncia apontando irregularidades no pagamento do subsídio ao transporte coletivo. Segundo o vereador, a prefeitura repassou R$ 1,8 milhões além do teto permitido pela lei aprovada pela Câmara de Limeira. O repasse superior seria porque o município estaria pagando pelo número total de passageiros, e não somente pelos passageiros pagantes, como dita a lei.

Contexto Paulista