APJ
21/08/14 13:23 - Limeira

Rodízio de água gera economia de 35%

Fornecimento parcial de água completa uma semana hoje

Ligia Zampar

O racionamento na cidade de Cordeirópolis completa uma semana hoje. Desde quinta-feira passada, os moradores têm corte no fornecimento de água diariamente em toda a cidade durante 12 horas - entre às 6h e 18h. Um último levantamento realizado pelo SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) mostrou que, diariamente, uma média de 888 mil litros de água foram economizados, além da quantidade que já estava sendo economizada com o rodízio, quando o abastecimento em Cordeirópolis era feito em dias alternados.

Antes do rodízio e do racionamento, cerca de 6 milhões de litros de água eram tratados diariamente. Agora, com as medidas adotadas pelo município, a quantidade caiu para 3,8 milhões de litros - uma queda de 35%. "Considero que toda economia é importante, mas precisamos economizar ainda mais", opinou o presidente do SAAE, Giovane Genezelli.
O rodízio resultava em uma economia de água de cerca de 30% e, com o racionamento, o presidente acredita que a economia será ainda maior nas próximas semanas. "Vai aumentar a economia porque nos primeiros quinze dias a população está comprando caixa d'água, tambores, baldes, devido ao impacto da notícia (do racionamento), com medo de ficar sem água. Mas as pessoas não vão gastar toda essa água, que acabará estocada", explicou. Como o Jornal de Limeira mostrou, a procura por caixas d'água em Cordeirópolis dobrou depois que o racionamento foi anunciado. A medida começou após a cidade receber orientações técnicas do Consórcio do PCJ e da necessidade de preservação da água da represa de Cascalho, devido à estiagem que afeta o Estado. As condições climáticas que não indicam uma quantidade de chuva suficiente para os próximos meses também influenciaram na decisão.

Tentativa de furto de bomba de captação

Uma bomba de captação de água na represa de Barro Preto, em Cordeirópolis, quase foi furtada na noite de anteontem. Segundo o presidente do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) de Cordeirópolis, Giovane Genezelli, o equipamento servia como "reserva" para o bombeamento de água usado no abastecimento da cidade. A bomba ficava acoplada a um trator e os ladrões não conseguiram levar o veículo e jogaram o equipamento dentro da represa, engatando a ré no trator.
Segundo o presidente da autarquia, a bomba não teve dano grave, já foi recuperada e está pronta para uso. "Ela vai ficar guardada a partir de agora", disse.

Contexto Paulista