APJ
05/09/16 17:23 - Mogi das Cruzes

Legislação Municipal de esclerose múltipla completa um ano

A legislação municipal de conscientização sobre a esclerose múltipla acaba de completar um ano. A data que lembra a doença – 30 de agosto – é comemorada em todo o mundo e tem o objetivo de orientar sobre o que é a esclerose e a importância de um diagnóstico rápido.

Claudio Miyake, autor do projeto de criação da lei, explica que a esclerose múltipla é uma doença autoimune que afeta o sistema nervoso central dos pacientes. Ela pode se manifestar de diversas maneiras e o diagnóstico é clínico, feito por médicos de acordo com as queixas e sintomas dos pacientes. “A esclerose múltipla não tem cura, porém, é importante que o paciente tenha um diagnóstico rápido para ter mais qualidade de vida”, destaca.

Ainda, de acordo com Miyake, é importante que familiares e demais pessoas próximas ao portador entendam o que é a doença e suas consequências para apoiar o paciente de forma correta. “O Dia Municipal da Esclerose Múltipla é um símbolo importante de alerta para a conscientização sobre a doença”, destaca.

A Lei Municipal prevê que o Dia Municipal da Esclerose Múltipla tem como principal objetivo a promoção de ações educativas, preventivas, terapêuticas e legais relacionadas à doença, além de garantir a “democratização de informações sobre as técnicas e procedimentos existentes no tratamento da esclerose múltipla”.

De acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 30 mil brasileiros são portadores de esclerose múltipla.

Contexto Paulista